Chuva


Anônimo_Incógnito: Chuva...
Velho_Amigo: Pois é...
Anônimo_Incógnito: Não te dá uma saudade?
Velho_Amigo: A chuva?
Anônimo_Incógnito: É.
Velho_Amigo: Saudade de quê? Do sol?
Anônimo_Incógnito: Não sei dizer.
Velho_Amigo: ...
Anônimo_Incógnito: Acho que a chuva dilui tudo numa coisa só.
Velho_Amigo: Tudo o quê?
Anônimo_Incógnito: Tudo.
Velho_Amigo: Tudo?
Anônimo_Incógnito: É. Tudo.
Velho_Amigo: Hum.
Anônimo_Incógnito: ...
Velho_Amigo: Talvez seja saudade da época que a chuva não te trancava dentro de casa.
Anônimo_Incógnito: Ou saudade das pessoas que já estiveram do mesmo lado da janela que o seu.
Velho_Amigo: Ou debaixo da mesma chuva.
Anônimo_Incógnito: Talvez, saudade do que veio antes da chuva.
Velho_Amigo: Saudade daquilo de que ela me separa agora.
Anônimo_Incógnito: Ou junta, colando em janelas distintas rostos dum mesmo sonho.
Velho_Amigo: ...
Anônimo_Incógnito: ...
Velho_Amigo: E tudo isso com essa trilha sonora...

P.S.: No embate entre a chuva e a janela, escorrem as lembranças sem poder se segurar.