Páginas

O primeiro dia depois do último


anonimo incognito: ano novo

Moça Bronzeada: Como passou o ano novo?
Anônimo Incógnito: Tentando confortar um cãozinho diante dos fogos de artifício...
Moça Bronzeada: Nenhuma viagem ou uma grande festa?
Anônimo Incógnito: Acho meio perigoso o mundo afora nessa época...
Moça Bronzeada: Por causa das bebidas?
Anônimo Incógnito: Por causa da minha sobriedade...
Moça Bronzeada: ?
Anônimo Incógnito: Muitas expectativas e anseios aflorados por aí... Eu seria uma bicicleta de rodinhas na contramão de uma horda de caminhões...
Moça Bronzeada: Mas você não acha uma coisa boa as expectativas e os anseios?
Anônimo Incógnito: Se fizermos por merecer as expectativas... Se os anseios não estão reprimidos por um ano inteiro... Se o segundo dia for a consequência das esperanças do primeiro...
Moça Bronzeada: Ah!, mas eu fiz minha parte...
Anônimo Incógnito: ?
Moça Bronzeada: Pus um vestido vermelho pra trazer grandes paixões, comi lentilha pra trazer fortuna e pulei 7 ondas pra trazer energia positiva.
Anônimo Incógnito: ...
Moça Bronzeada: E você?
Anônimo Incógnito: Eu falhei... Nem um cãozinho eu consegui consolar...

PS: Post dedicado ao Manézinho, um adorável cãozinho que chorou muito com os fogos, e jamais nos perdoaria se soubesse que tudo foi por causa de um calendário novo...

Manézinho